sexta-feira, 31 de março de 2017

GRANA EXTRA: Brigadeiro Gourmet é uma boa opção de negócio

Inovação na receita tradicional e qualificação na área podem ser um ótimo jeito de ganhar dinheiro!

Doce típico brasileiro famoso nas festas infantis, o brigadeiro ganhou espaço no mercado. Em São José dos Campos, a pedagoga Camila Mors investiu no segmento e tem conseguido bons rendimentos. Ela começou vendendo brigadeiros na faculdade e hoje tem um quiosque no Center Vale Shopping. “Sou formada em pedagogia e durante o curso vendia brigadeiros na faculdade para complementar a renda. Percebi que tinha talento, já
 que todos gostavam muito, e investi na área de brigadeiro gourmet”, conta Camila. 


Mas, além do talento, é preciso qualificação para inovar e se destacar da concorrência. Camila frequentou o curso livre Formação Básica em Confeitaria, do Senac São José dos Campos, para ampliar seus conhecimentos e aprender novas técnicas. “No curso pude conhecer um pouco sobre a cozinha francesa e aprender novas técnicas, que estão, inclusive, sendo adaptadas para a confecção de novos produtos do meu negócio que é focado em brigadeiros”, revela. 

Para a docente da área de gastronomia do Senac São José dos Campos, Camila Viegas, o mercado gastronômico tem ganhado um novo fôlego com os novos empreendedores. “Reinventar e criar produtos diferentes que atraiam o consumidor é sempre uma boa aposta. Os novos negócios contribuem para o crescimento do mercado gastronômico”, comenta. Ainda de acordo com a docente, a capacitação é fundamental para o sucesso. “O conhecimento da área de atuação e a especialização técnica são essenciais. Os cursos de curta duração, que é o caso dos cursos livres do Senac, são opções ágeis de atualização e inovação do negócio”, finaliza. 

O Senac São José dos Campos oferece diversos cursos livres na área de gastronomia que são voltados para confeitaria:- Bolos e Tortas
- Brigadeiro Gourmet
- Cake Design
- Formação Básica em Confeitaria
- Macarons 


Serviço Local: Senac São José dos Campos
Rua Saigiro Nakamura, 400, Vila Industrial
Tel.:
 (12) 2134-9000 / Site: www.sp.senac.br/sjcampos

terça-feira, 28 de março de 2017

"Atividade prazerosa e que proporciona equilíbrio" é a definição de Pilates para a socialite Glória Castro

Nossa revista pesquisou o resultado das aulas de Pilates através dos alunos/pacientes da Clínica Viver em Equilíbriode Taubaté:

Aluno: Glória Castro 
Idade: 54 anos
Há quanto tempo pratica o Pilates: 1 ano

Para você, quais os benefícios do Pilates?
O Pilates me devolveu o equilíbrio, ao mesmo tempo que corrigiu minha postura. Sem falar na flexibilidade que, a cada dia, eu desenvolvo mais e mais ... É o tipo de fisioterapia que nos prepara para enfrentar o corre corre do cotidiano e, também, para outros tipos de atividade física! 

Por que escolheu a "Clínica Viver em Equilíbrio"?
Sem dúvida, o Pilates que me escolheu! Faz muitos anos que pratico atividades físicas e gosto de dança, porém, eu sempre procurava um local que me mantivesse em equilíbrio, ao mesmo tempo que me desse bem estar e prazer. Tudo isso eu encontrei aqui na Clínica Viver em Equilíbrio. Foi amor a primeira vista pela instrutora e fisioterapeuta Thiandra. Ela é Top e eu recomendo essa atividade para as amigas e para as inimigas tbemmmm! 


Serviço: 
Clínica Viver em Equilíbrio
Fisioterapeuta: Thiandra Ferrari
Rua Coronel Gomes Nogueira, 61, 
Taubaté-SP
Tel.: (12)
3025-2923

segunda-feira, 27 de março de 2017

QUALIDADE DE VIDA: "As quatro lições que aprendi me esforçando para sair do trabalho todos os dias às 17h"

Afinal, fazer hora extra não é sinônimo de eficiência! 
O especialista em gestão de talentos, Richard Moy, sempre pensou que sair do trabalho às 17h era coisa do passado. Até mesmo nos dias em que já tinha terminado suas tarefas, ficava até mais tarde — só para não pegar mal. Mas aí, mudou para seu emprego atual: uma plataforma online de discussão para programadores. Lá, notou que a maioria dos seus colegas deixavam o escritório no horário regular. Apesar de o hábito parecer estranho para ele, Richard resolveu tentar por uma semana. A experiência foi tão transformadora que ele compartilhou o que aprendeu no site americano The Daily Muse, dedicado a dicas de carreira. Confira:


1. Sim, sair no horário demanda esforço. "Ninguém vai na minha mesa e diz: 'Rich, feche o notebook. É hora de ir para casa'. Isso significa que eu tenho de me esforçar para que isso aconteça." Para começar, ele acionou uma notificação para todos os dias em sua agenda do Google, dizendo "Vá para casa, você pode". Ele sugere ser criativo. Você pode pedir para um amigo te dar um toque às 16h45, assim já vai resolvendo as últimas tarefas. 

2. Eu tinha de trabalhar mais durante o dia. Quando conseguiu se acostumar com a ideia de que deixaria sua mesa às 17h, Richard se deu conta de que teria bem menos tempo para fazer tudo que tinha planejado. Com isso, precisaria otimizar o tempo em que estaria no escritório. "Isso significava fazer menos pausas para o café, cortar algumas conversas e concentrar-me mais. Esse impulso extra foi um ajuste maior do que eu pensei". No fim das contas, ele diz ter se sentido mais produtivo do que antes. 

3. Aproveitei meu novo tempo de sobra mais do que imaginei. "Você pode não estar cansado, você pode amar o seu trabalho, mas quando tem a flexibilidade de sair da sua mesa na hora, vai perceber como é bom ter uma ou duas horas a mais para você mesmo", diz Richard. O tempo que ganhou o ajudou a conversar mais com sua esposa, em vez de simplesmente se jogar no sofá para ver televisão. Com mais tempo no meio da semana, Richard também conseguiu usar o fim de semana para outras atividades — como treinar para meia-maratona de que vai participar.
 


4. Percebi que o mundo não vai desabar se eu deixar alguma coisa para amanhã. "Essa é uma lição difícil de perceber até que você comece a sair na mesma hora todos os dias". Richard não passou a perder prazos ao sair às 17h, o que fez foi olhar com mais rigor para sua lista de tarefas. Ele percebeu que tinha o "hábito terrível" de querer zerar a caixa de entrada do e-mail. "O problema, especialmente perto do final do dia, é que você nunca vai chegar lá. Haverá sempre mais mensagens que chegam. (...) A verdade é que poucas coisas são tão urgentes assim." Sair do trabalho às 17h era tão estranho para Richard que, depois da primeira semana, acabou voltando a escorregar. Ainda assim, a experiência, seg
undo ele, fez com que percebesse mais atentamente sobre quanto tempo gastava sentado na sua mesa.
Fonte: G1

Esta foi uma DICA da Quality Assessoria Contábil para a TAL REVISTA.
Serviço:
Quality Assessoria Contábil - Taubaté/SP
Site: 
www.qualitycontador.com.br / Email: fredericoquality@gmail.comTel.: (12) 3621-8298

quinta-feira, 23 de março de 2017

Andrea, de 66 anos, fala sobre os benefícios do Pilates

Abaixo, você confere mais um depoimento sobre essa modalidade tão eficaz, o Pilates. A pesquisa da nossa Revista foi com os pacientes da Clínica Viver em Equilíbriode Taubaté:

Aluno: Maria Andrea Coelho Menezes 
Idade: 66 anos
Há quanto tempo pratica o Pilates: 8 meses

Quais os benefícios que o Pilates te trouxe?
Elasticidade muscular e alívio das dores.

Por que escolheu a "Clínica Viver em Equilíbrio"?
Primeiro porque fui indicada por uma fisioterapeuta muito competente, que também foi professora em universidade. Segundo pelo profissionalismo da nossa fisioterapeuta, a Thiandra Ferrari.


Serviço: 
Clínica Viver em Equilíbrio
Fisioterapeuta: Thiandra Ferrari
Rua Coronel Gomes Nogueira, 61, 
Taubaté-SP
Tel.: (12)
3025-2923

quarta-feira, 22 de março de 2017

Dica de Beleza: A oleosidade excessiva pode provocar a queda dos cabelos?

A produção excessiva de oleosidade pode causar a seborreia, que é uma inflamação crônica. A seborreia, por sua vez, pode causar um entupimento dos folículos pilosos, levando a uma menor oxigenação dos mesmos, e consequentemente, à queda de cabelo. Portanto, tomem cuidado sim, com a oleosidade dos fios.

A dica foi de Érica Tuan, Personal Hair e proprietária do Salão "Beleza em Três Tons", de Taubaté/SP.

O whats do Salão para mais dúvidas é o (12) 99170-4464. Espero que tenham gostado e, na próxima semana, você saberá como evitar que seus fios fiquem oleosos. 
👉👉👉 Conheça o Insta da Tal Revista: AQUI 
👉👉👉 Conheça a fanpage da Tal Revista: AQUI 
👉👉👉 Conheça o Youtube da Tal Revista: AQUI

terça-feira, 21 de março de 2017

Dores nas costas nunca mais! Acompanhe os benefícios do Pilates

Abaixo, você confere mais um depoimento sobre essa modalidade tão eficaz, o Pilates. A pesquisa da nossa Revista foi com os pacientes da Clínica Viver em Equilíbriode Taubaté:

Aluno: Diana Sayuri Ossanai
Idade: 28 anos
Há quanto tempo pratica o Pilates: 1 ano e 1 mês

Quais os benefícios que o Pilates te trouxe?
Ele me trouxe muitos benefícios, consigo ter mais concentração, domínio corporal, controle da respiração, fora que, tive melhora significativa da minha postura, que foi meu objetivo inicial, visto que trabalho o dia todo sentada e sentia muiitasss dores nas costas.

Por que escolheu a "Clínica Viver em Equilíbrio"?
Por ser próxima do meu trabalho, porém, continuo nela, pela atenção recebida da fisioterapeuta Thiandra Ferrari, sempre dedicada aos seus alunos.


Serviço: 
Clínica Viver em Equilíbrio
Fisioterapeuta: Thiandra Ferrari
Rua Coronel Gomes Nogueira, 61, 
Taubaté-SP
Tel.: (12)
3025-2923

segunda-feira, 20 de março de 2017

RECEITAS SEM GLÚTEN E SEM LACTOSE - Parte 3

Como substituir farinha de trigo, leite de vaca e mais, em receitas tradicionais.
Quem adota uma dieta com restrições à glúten, lactose, ou é intolerante a essas composições, pode substituir os ingredientes das receitas sem perder o sabor dos pratos, sabia? A docente da área de gastronomia do Senac São José dos Campos, Camila Viegas, revelou algumas receitinhas deliciosas para você preparar pratos em casa. Confira: 

Arroz doce sem lactose 1 xícara de arroz branco
2 xícaras de leite vegetal (pode ser leite de arroz, amêndoas, soja ou qualquer outro)
1 xícara de leite de coco
raspas de 1/2 limão siciliano
1/4 de colher de chá de essência de baunilha
5 cravos
2 gemas
5 colheres de sopa de açúcar demerara
canela em pó (para servir a sobremesa)


Modo de Preparo:  Coloque o arroz em uma panela de fundo grosso (para evitar que queime durante o cozimento). Acrescente o leite vegetal e o leite de coco junto com a baunilha, os cravos e as raspas de limão e deixe o arroz cozinhar em fogo baixo por cerca de 15 minutos ou até ele estar bem macio. Bata as gemas com o açúcar com a ajuda de uma colher até ficar cremosa. Adicione a gemada mexendo sempre o arroz enquanto faz esta adição para evitar que empelote. Teste o sabor do creme, retire os cravos, e sirva o arroz doce em potinhos com canela polvilhada por cima.
Nutrição As inscrições já estão abertas para o curso Técnico em Nutrição Dietética. As aulas têm início no dia 1º de agosto de 2016 e seguem até o dia 15 de dezembro de 2017, das 8 às 12 horas, de segunda a sexta-feira. 

Gastronomia e Saúde e Bem-estar
Para quem se interessa pela área de gastronomia e saúde e bem-estar o Senac São José dos Campos oferece diversos cursos livres na área. A programação completa você encontra no Portal www.sp.senac.br/sjcampos.

Serviço: Senac São José dos Campos
Endereço: Rua Saigiro Nakamura, 400, Vila Industrial Informações e inscrições: Diretamente na unidade, pelo Portal Senac www.sp.senac.br/sjcampos ou pelo telefone (12) 2134-9000

sexta-feira, 17 de março de 2017

Depoimento de uma VIDA que mudou pela prática do Pilates!

Confira o depoimento de um aluno da Clínica Viver em Equilíbriode Taubaté:

Aluno: Vinícius Nogueira Salles
Idade: 22 anos
Há quanto tempo pratica o Pilates: 9 meses

Quais os benefícios que o Pilates me traz?
A minha vida se divide entre antes e depois do pilates. Antes eu era totalmente sedentário e indisposto. Ficava cansado facilmente, não tinha postura e sentia sérias dores nas costas. Com 1 mês de pilates já notei toda a diferença. É incrível como duas horas por semana melhoram tanto os meus dias. Hoje levo uma vida muito mais saudável, não sinto mais dores, tenho uma postura correta, emagreci e, principalmente, tenho disposição e ânimo pra tudo. Indico o pilates a todo mundo, seja homem, seja mulher, seja novo ou seja velho. O pilates mudou a minha vida! 

Por que escolheu a "Clínica Viver em Equilíbrio"?
Escolhi a clínica por indicação de outros profissionais e não me arrependo. A professora é atenciosa, cuidadosa e passa os exercícios de acordo com minhas necessidades, sempre analisando e corrigindo todos os movimentos. O ambiente e equipamentos confortáveis da Clínica fazem do pilates uma experiência prazerosa, que quero manter para toda a vida.


Serviço: 

Clínica Viver em Equilíbrio
Fisioterapeuta: Thiandra Ferrari
Rua Coronel Gomes Nogueira, 61, 
Taubaté-SP
Tel.: (12)
3025-2923
 

quinta-feira, 16 de março de 2017

"Essa Língua Portuguesa!" - POR ISSO OU PORISSO?

POR ISSO - É a forma correta (preposição “por” + pronome demonstrativo “isso”, separados). 
Significa “por esse motivo”. 
Indica, sobretudo, uma consequência daquilo que foi dito ou feito. 

Observação: É uma locução adverbial coordenativa que exprime conclusão ou consequência (neste caso, se desejar, substitua por consequentemente). Pode também ser adverbial subordinativa causal (exprime uma causa: “por isso que”). 

Locuções sinônimas: “assim sendo”, “por esse motivo”, “por conseguinte”, “isto posto”, “dessarte”, entre outras. 

Exemplos: 
- Estou estudando, por isso não irei à praia. 
- Quero trabalhar na França, por isso vou estudar francês. 
- Sei que o momento político é delicado, por isso peço a todos muita prudência. 

SÍNTESE: A locução deve ser grafada separada. Na dúvida, lembre-se das locuções equivalentes: “por isto” ou “por aquilo”. 

Por isso, a expressão “porisso” é um modo errado de escrever. 


Coluna assinada por JOÃO D’OLYVEIRA
Professor de Língua Portuguesa e Literaturas da Língua Portuguesa (MEC Nº 95.482-LP); Mestre em Linguística e em Comunicação (UNICSUL/UAM); Ator e Diretor (SATED-SP-MTb-DRT Nº 32920-SP).


👉👉👉 Conheça o Insta da Tal Revista: AQUI
👉👉👉 Conheça a fanpage da Tal Revista: AQUI
👉👉👉 Conheça o Youtube da Tal Revista: AQUI

terça-feira, 14 de março de 2017

Saiba como o Pilates deu qualidade de vida à Lia, de 72 anos

Confira o depoimento de mais uma paciente da Clínica Viver em Equilíbriode Taubaté:

Aluno:  Lia Carolina Prado Alves
Idade: 72 anos
Há quanto tempo pratica o Pilates: 10 meses

Fale sobre os benefícios do Pilates?
Há certo tempo apresentando rigidez articular e dificuldades físicas, devido a uma artrite reumatóide , fui aconselhada a praticar Pilates. Inicialmente não foi fácil trabalhar o corpo, inclusive pela presença de uma prótese total no joelho esquerdo. Entretanto, com a atenção da fisioterapeuta Thiandra Ferrari e as sequências dos exercícios comecei a notar alívio nas dores e redução da tensão muscular (provocada pela rigidez); os movimentos começaram a desbloquear, tornando- se mais fáceis e senti meu corpo como sendo "desenrolado". Com isso, comecei a melhorar minha postura corporal e, durante os exercícios, a sentir meus músculos se alongando, o que me propicia um maravilhoso bem estar.

Por que escolheu a "Clínica Viver em Equilíbrio"?
Inicialmente tive informação da Clínica por profissionais da área, altamente competentes, indicando- a e referenciando-a. Hoje, pela dedicação da Thiandra, proprietária da Clínica, tenho certeza que fiz a escolha certa. Saúde é um bem estar muito valioso; qualidade de vida é um bem necessário e, esses dois quesitos encontrei lá, pelas mãos, profissionalismo e carinho da nossa fisioterapeuta, a quem eu deixo aqui meus agradecimentos e um abraço.




Serviço: 

Clínica Viver em Equilíbrio
Fisioterapeuta: Thiandra Ferrari
Rua Coronel Gomes Nogueira, 61, 
Taubaté-SP
Tel.: (12)
3025-2923
 

segunda-feira, 13 de março de 2017

Aprenda a fazer pães caseiros

Centro Universitário Senac de Campos do Jordão comenta sobre a história do pão e traz duas receitas bastante saborosas para se fazer em casa

Segundo historiadores, o pão nosso de cada dia teria surgido juntamente com o cultivo do trigo, na região da Mesopotâmia, onde atualmente está situado o Iraque. Naquela época, os pães não eram tão diversificados e saborosos como os de hoje; eram alimentos achatados, duros e secos.


Já o pão levedado, aquele que se utiliza de levedo ou fermento e assados em forno, foi inventado no Egito com a descoberta da fermentação, há cerca de 6.000 anos.

Para se fazer um pão, são necessárias algumas matérias-primas básicas, como a farinha de trigo e/ou outros tipos de farinha adicionados de líquidos. Podem também conter outros ingredientes para cobertura e recheios e ainda serem diferenciados em seus formatos e texturas, desde que não descaracterizem o produto.

Confira duas receitas de pães sugeridas pelo Centro Universitário Senac Campos do Jordão, que são bastante saborosas e que podem ser feitas em casa:

Pão de Cerveja
*rendimento: 4 unidades

Ingredientes
1000g de farinha
200g de açúcar
20g de sal
120g de manteiga
100g de ovos
80g de fermento biológico fresco (caso utilize o fermento seco, diminua para 20g)
500g de cerveja gelada

Finalização
1 clara de ovo
50ml de água

Modo de preparo
Hidrate o fermento se o dia estiver frio (200g de cerveja + 200g de farinha + todo o fermento pedido. Misture e espere por 20 minutos). Faça o mise en place (colocar em ordem) dos ingredientes. Misture todos os ingredientes secos dentro de um bowl (tigela). Adicione a cerveja e o fermento. Reserve um pouco da cerveja para o final. Misture para que os líquidos sejam absorvidos pela farinha. Adicione a manteiga. Misture e avalie se há necessidade de mais cerveja. Sove a massa até obter uma textura lisa. Faça uma bola e deixe descansar coberta por 10 minutos. Porcione em 4 pedaços e boleie novamente. Abra a massa em formato triangular. Afine a ponta do fechamento.Enrole a massa formando um rocambole. Passe na mistura de clara e água. Finalize com a aveia em flocos. Aperte na fôrma e deixe fermentar o máximo possível. Asse em forno a 190ºC por aproximadamente 30 minutos. Deixe esfriar um pouco, desenforme e deixe esfriar bem. 

Observação: cada tipo de forno terá a sua temperatura ideal de trabalho. O valor considerado anteriormente é uma referência para o forno doméstico. A cerveja adicionada diretamente na massa retarda levemente o processo fermentativo. Se quiser apressar o processo, leve a cerveja ao fogo e deixe ferver por 2 minutos, resfrie e utilize.



Pão de Abóbora e Coco
*rendimento: 5 unidades

Ingredientes
1000g de farinha de trigo
500g de abóbora (cozida e amassada)
150g de açúcar
20g de sal
50g de manteiga
2 gemas
40g de leite em pó
80g de fermento biológico fresco (caso utilize o fermento seco, diminua para 20g)
100ml de leite de coco
300ml de água

Recheio
200g de açúcar
800g de ricota
4 ovos
400g de uvas-passa
Quanto baste de essência de baunilha

Cobertura
400g de açúcar de confeiteiro
80ml de suco de limão siciliano
Quanto baste de zestes de limão siciliano 

Modo de preparo
Hidrate o fermento se o dia estiver frio (100g de água + 100g de farinha + todo o fermento pedido. Misture e espere por 20 minutos). Cozinhe a abóbora com ou sem casca. Passe no processador. Esfrie. Faça o mise en place (colocar em ordem) dos ingredientes. Misture todos os ingredientes secos dentro de um bowl (tigela). Adicione a água, o leite de coco, a abóbora, as gemas e o fermento. Reserve um pouco da água para o final. Misture para que os líquidos sejam absorvidos pela farinha. Adicione a manteiga. Misture e avalie se há necessidade de mais água. Sove a massa até obter uma textura lisa. Faça uma bola e deixe descansar coberta por 10 minutos. Porcione em pedaços de 450g e boleie novamente. Abra em formato retangular. Espalhe o recheio e enrole como um rocambole. Enrole e corte em 8 partes iguais (fatias). Coloque as fatias em pé em uma fôrma de pudim (untada e enfarinhada). Deixe fermentar até dobrar de tamanho. Asse em forno a 190ºC por aproximadamente 25 minutos. Deixe amornar. Aplique a cobertura. Esfrie.

Observação: cada tipo de forno terá a sua temperatura ideal de trabalho. O valor considerado anteriormente é uma referência para o forno doméstico.


*Fonte: Apostila Pães Caseiros; Centro Universitário Senac - Campos do Jordão.

quinta-feira, 9 de março de 2017

Saiba sobre os benefícios do Pilates por uma senhora de 76 anos!

Confira o depoimento de mais uma paciente da Clínica Viver em Equilíbriode Taubaté:

Aluno:  Teresinha Anizio Assaf
Idade: 76 anos
Há quanto tempo pratica o Pilates: 10 meses

Fale sobre os benefícios do Pilates?
Os benefícios que o pilates traz para o ser humano são muitos : Proporciona às pessoas uma postura correta, fortalece os músculos, dá mais flexibilidade, melhora o equilíbrio e os reflexos, eleva a auto estima levando a uma qualidade de vida melhor. Estou no pilates há 10 meses e me sinto muito bem fazendo essa modalidade, pois sinto alívio das dores da coluna lombar e cervical.

Por que escolheu a "Clínica Viver em Equilíbrio"?
Esta clínica me foi citada como muito eficiente, com um ótimo atendimento, fisioterapeuta dedicada, delicada, amável, profissional competente. Realmente ela está sempre atenta, nos observando na execução dos exercícios, fazendo as devidas correções e sempre nos alertando quanto a postura correta. Os exercícios são sempre de acordo com os nossos limites, contribuindo muito para nossa qualidade de vida e nosso bem estar, que é muito necessário dentro da nossa faixa etária.



Serviço: 
Clínica Viver em Equilíbrio
Fisioterapeuta: Thiandra Ferrari
Rua Coronel Gomes Nogueira, 61, 
Taubaté-SP
Tel.: (12) 3025-2923

quarta-feira, 8 de março de 2017

Nova ferramenta de acessibilidade está disponível no Portal da Associação de Engenheiros e Arquitetos de São José dos Campos

AEA/SJCampos disponibiliza portal na linguagem de sinais!!!

A partir desta semana, a Associação de Engenheiros e Arquitetos de São José dos Campos disponibiliza todo o conteúdo de seu portal em libras, por meio de uma ferramenta chamada Hand Talk. Para o presidente da AEA/SJCampos, o engenheiro civil Carlos Vilhena, essa iniciativa é mais um avanço que a entidade disponibiliza para toda a sociedade. “Precisamos divulgar e disseminar o uso dessa ferramenta para que todas as empresas e pessoas físicas que utilizem um site, também disponibilizem as informações na linguagem de sinais”, afirmou Vilhena. 


Segundo o artigo 63 da Lei Brasileira de Inclusão, Lei nº 13.146, de 6 de julho de 2015, "é obrigatória a acessibilidade nos sítios da internet mantidos por empresas com sede ou representação comercial no País ou por órgãos de governo, para uso da pessoa com deficiência, garantindo-lhe acesso às informações disponíveis, conforme as melhores práticas e diretrizes de acessibilidade adotadas internacionalmente." 

O Censo do IBGE de 2010 afirma que no Brasil existem 9,7 milhões de deficientes auditivos e cerca de 70% dos surdos têm dificuldade em ler e escrever a língua escrita de seu país, pois a experiência de comunicação dessas pessoas é extremamente visual. Dessa forma, a maioria das pessoas surdas depende exclusivamente da Língua de Sinais para se comunicar e obter acesso a informação. 

Para ter acesso à ferramenta no portal da AEA/SJCampos basta entrar no site da entidade (www.aeasjc.org.br) e clicar no símbolo com duas mãos, localizado no canto direito superior do monitor. Feito isso, uma janela se abrirá e o usuário poderá selecionar qualquer conteúdo do site para assistir na linguagem de sinais. Além disso, a janela do hand talk pode ser transferida para o outro lado do monitor ou minimizada, bastando clicar novamente no ícone com as mãos.



👉👉👉 Conheça o Insta da Tal Revista: AQUI 
👉👉👉 Conheça a fanpage da Tal Revista: AQUI 
👉👉👉 Conheça o Youtube da Tal Revista: AQUI

terça-feira, 7 de março de 2017

Pacientes da Clínica Viver em Equilíbrio falam sobre os benefícios do Pilates

Confira o depoimento de mais um praticante de Pilates da Clínica Viver em Equilíbriode Taubaté:

Aluno: Patrícia Atoguia Dias Araújo 
Idade: 38 anos
Há quanto tempo pratica o Pilates: 11 meses

Quais os benefícios que o Pilates te traz?
Hoje posso dizer que fazer exercícios tem que fazer parte da vida de todas as pessoas. Nunca fui adepta a exercícios, nunca gostei de ficar dentro de uma academia. Mas agora sinto falta quando não posso ir ao Pilates!

O pilates me traz energia, vitalidade, além de ter aumentado minha força física e de ter me deixado mentalmente mais tranquila. É incrível o que os exercícios fazem pela nossa mente também!

Por que escolhi e continuo na "Clínica Viver em Equilíbrio"?
Na verdade não escolhi a Clínica Viver em Equilíbrio! A Thiandra (fisioterapeuta da clínica) foi um anjo que apareceu em minha vida, num momento muito crítico. Não tive escolha. Era um período da minha vida, no qual eu sentia muita dor e já me sentia incapacitada de trabalhar. Ela foi um raio de sol pra mim!

Hoje continuo e indico para todos que conheço, porque ela é uma profissional capacitada, dedicada e iluminada!!!

Serviço: 
Rua Coronel Gomes Nogueira, 61, Taubaté-SP
Tel.: (12) 3025-2923

segunda-feira, 6 de março de 2017

Terapia Cognitiva: Conheça o método que ensina a lidar com os seus medos e problemas, de maneira prática e rápida

Além de ser reconhecida cientificamente como uma prática que traz resultados, a Terapia Coginitiva ou TC é uma forma de psicoterapia breve que se completa em um período de 12 a 24 sessões. É também aplicada a diversos tipos de transtornos como a depressão, a ansiedade, a esquizofrenia, os transtornos alimentares e outros.

O princípio básico da TC é de que as emoções e comportamentos das pessoas são influenciados por sua própria percepção dos eventos, ou seja, não é a situação por si só que determina o que as pessoas sentem. Antes, está o modo como elas interpretam a situação. É por isso que diante de uma mesma situação, diversas pessoas reagem de forma completamente diferente.

O que nos faz procurar a ajuda de um profissional de psicologia, sejamos nós adultos, jovens ou crianças, é o fato de experimentarmos emoções de sofrimento e de angustia, ou nos comportarmos de forma a não alcançarmos os nossos objetivos na vida, ou quando estamos vivendo sem qualidade de vida.

Na TC, o terapeuta irá atuar de forma colaborativa com o paciente, a fim de ajudá-lo, entre outras coisas, a recuperar flexibilidade de pensamento e a desenvolver habilidades para a resolução de problemas.

Por ser um método educativo, a TC enfatiza a prevenção. Com isso, o terapeuta procura ajudar o cliente nas dificuldades que ele já passou ou está passando. E busca transmitir ao cliente habilidades cognitivas para capacitá-lo a gerenciar a própria vida, sem prejuízo emocional e comportamental, que o paciente vinha apresentando quando procurou a terapia.
Terapia Cognitiva é um investimento na qualidade de vida e um reaprendizado na maneira de viver.

por Patrícia Regina Areco Coelho de Oliveira - CRP 06/48251
Patrícia é Psicóloga na Clinica CAIF e especialista em Terapia Cognitiva pelo Instituto de Terapia Cognitiva – ITC.

Serviço:
CAIF "Clinica de Atendimento Integrado a Família"
Rua Barão da Pedra Negra, 500 - 1º andar- sala 13
Tel.: (12) 3011-1204 / 3621-8475

Email: clinicacaif@gmail.com



👉👉👉 Conheça o Insta da Tal Revista: AQUI 
👉👉👉 Conheça a fanpage da Tal Revista: AQUI 
👉👉👉 Conheça o Youtube da Tal Revista: AQUI

sexta-feira, 3 de março de 2017

Depoimento de um aluno de Pilates, da Clínica "Viver em Equilíbrio"

Confira o depoimento de mais um praticante de Pilates da Clínica Viver em Equilíbriode Taubaté:

Aluno: Reinaldo Simões de Araújo Filho
Idade: 59 anos
Há quanto tempo pratica o Pilates: 11 meses

Fale pra gente sobre o Pilates?
O Pilates me proporcionou uma condição física melhor, aumentou muito meu alongamento, melhorou minha força muscular e minha resistência.

O que te fez escolher a "Clínica Viver em Equilíbrio"?
Porque sou atendido com profissionalismo, dedicação e personalização. Atendeu e superou minhas expectativas no Pilates.


Serviço: 
Rua Coronel Gomes Nogueira, 61, Taubaté-SP
Tel.: (12) 3025-2923

quinta-feira, 2 de março de 2017

Mitos e verdades sobre o consumo de leite

Intolerância à lactose X alergia à proteína do leite de vaca:

A alergia à proteína do leite de vaca é uma reação imunológica adversa, que se manifesta após a ingestão de uma porção (ainda que mínima), de leite ou derivados, podendo provocar alergias na pele, reações respiratórias e diferentes graus de injúria no intestino (constipação crônica, dores abdominais e/ou diarreias), além de náuseas e vômitos. Neste caso, não pode haver ingestão da proteína do leite. 

Já a intolerância à lactose é o nome que se dá à incapacidade parcial ou completa de digerir o açúcar existente no leite e seus derivados, a lactose. Esse problema ocorre quando o organismo não produz, ou produz em quantidade insuficiente, a enzima digestiva chamada lactase, responsável pela quebra e decomposição da lactose. Como consequência, essa substância chega ao intestino grosso inalterada, onde se acumula e é fermentada por bactérias, resultando na formação de gases que podem provocar dores abdominais. 

A quantidade de lactose que irá causar sintomas varia de indivíduo para indivíduo. Eles dependem de quanto e da forma que a lactose for ingerida e do grau de deficiência da enzima lactase, mas, normalmente, são transitórios e não causam danos ao trato gastrointestinal. 

Na deficiência genética, a criança nasce sem condições de produzir lactase. Na deficiência adquirida, a falta da lactase resulta de doenças intestinais, como diarreias persistentes, síndrome do intestino irritável, doença de Crohn ou outras causas de lesão da mucosa do intestino delgado. 

Na deficiência transitória, há a perda temporária na produção de lactase, devido a algum dano à mucosa do intestino, como por exemplo, pelo uso prolongado de antibióticos ou cirurgias no trato gastro intestinal. 

Os indivíduos que absorvem mal a lactose costumam apresentar exacerbação dos sintomas de intolerância quando ingerem o leite puro e em grandes quantidades, mas quando sua ingestão é feita com outros alimentos, os sintomas costumam ser amenizados. Laticínios como queijos (com exceção dos frescos), apresentam apenas traços de lactose, podendo ser ingeridos por essas pessoas. 

O iogurte também costuma ser mais bem tolerado por maus absorvedores de lactose do que o leite, já que durante sua produção, parte da lactose é fermentada, produzindo ácido lático, o que resulta em uma diminuição de 25% a 50% da lactose. Além disso, esses indivíduos podem fazer uso da enzima lactase existente no mercado e que pode ser adicionada ao leite ou ingerida na forma de medicamento e, dessa forma, se beneficiar da qualidade nutricional do leite e dos produtos lácteos. 

Segundo parecer elaborado pelo Conselho Regional de Nutricionistas (CRN-3) (Conselho Regional de Nutricionistas SP/MS, 2013), a recomendação indiscriminada para a restrição ao consumo de leite e derivados não encontra, atualmente, respaldo científico com nível de evidência convincente e está em desacordo com o Consenso Brasileiro sobre Alergia Alimentar (2007). 

Ainda segundo o CRN, a restrição ao consumo de leite e derivados somente deve ser feita aos indivíduos com diagnóstico clínico confirmado de intolerância à lactose, sensibilidade à proteína do leite ou de outras condições fisiológicas e imunológicas (Conselho Regional de Nutricionistas SP/ MS, 2013). 

Desta forma, pessoas com intolerância à lactose devem ser avaliadas individualmente, e de acordo com a sintomatologia, o consumo de leite e derivados lácteos deve ser reduzido e não excluído, principalmente para adolescentes e adultos jovens. 

Fonte: Sociedade Brasileira de Alimentação e Nutrição


👉👉👉 Conheça o Insta da Tal Revista: AQUI 
👉👉👉 Conheça a fanpage da Tal Revista: AQUI 
👉👉👉 Conheça o Youtube da Tal Revista: AQUI