terça-feira, 28 de junho de 2016

Prepare-se para o inverno

Confira algumas dicas para se prevenir de doenças que chegam junto com a estação mais fria do ano 

Junto com o inverno chegam também algumas doenças típicas da época mais fria do ano. A queda de temperatura e as mudanças de tempo acabam forçando as pessoas a ficarem em ambientes mais fechados e pouco arejados, o que favorece a proliferação de vírus e bactérias que são responsáveis pelas doenças respiratórias.

O ponto preocupante são as pessoas mais propensas a adquirir estas doenças, como as crianças e os idosos, ambos pelo comprometimento da imunidade.

“Por conta disso, doenças comuns como resfriado, por exemplo, aparecem com mais frequência nessa época do ano. Os sintomas do resfriado podem ser confundidos facilmente com os sintomas da gripe, porém se diferenciam pelo tempo da doença e pela febre alta que aparece no caso da gripe. Os sintomas em comum são nariz entupido e escorrendo e dor no corpo, que varia de pessoa para pessoa”, explica Norma Beatriz de Mattor Araújo, docente de enfermagem do Senac Taubaté.

A bronquite também é uma doença bastante comum no inverno. Quando ela ataca, ocorre a dificuldade da passagem de ar até o pulmão, gerando tosse seca com chiado, podendo progredir com catarro, além de febre alta, dor no peito e nas costas. “No caso da bronquite, normalmente se trata com medicação para dor, febre e antibiótico e hidratação oral”, completa a docente.

É importante ficar atento a estas doenças, pois se não tratadas adequadamente, podem evoluir para uma pneumonia, podendo, em casos graves, ter a necessidade de internação hospitalar e uso de oxigênio.

Outras doenças comuns nesta estação são:
Amidalite: inflamação na garganta, com dor local, mau hálito e febre;
Rinite: inflamação do nariz, ocorrendo espirros, nariz entupido, escorrendo e coceira;
Sinusite: inflamação dos seios da face, gerando dores de cabeça, pálpebras inchadas, dores no fundo dos olhos, e nariz estupido e escorrendo;
Asma: inflamação dos pulmões e das vias respiratórias, apresentando tosse seca seguida de chiado, cansaço, falta de ar e dificuldade para falar e realizar tarefas simples devido o desconforto em respirar.

O tratamento dessas doenças deve ser feito por medicação, sempre prescrita por médicos e nunca por automedicação. Porém, é sempre possível se prevenir com alguns hábitos simples e eficazes, como:
Ambientes limpos e arejados;
Lavagem das mãos e uso de álcool em gel constantemente;
Higiene do corpo e da boca diariamente;
Hidratação oral;
Evitar ambientes fechados e aglomerados;
Tomar as vacinas oferecidas pelo Ministério da Saúde;
Prática de atividades físicas com acompanhamento médico;
Alimentação com nutrientes necessários ao sistema imunológico.

Uma alimentação correta e balanceada pode ajudar e muito a prevenir diversas doenças citadas acima. Roberta Calcanhoto, docente de nutrição do Senac Taubaté, explica que é importante manter sempre o sistema imunológico fortalecido, não somente no inverno. “Para isso, uma alimentação equilibrada é essencial. Devemos sempre consumir frutas, verduras e legumes que são ricos em vitaminas e minerais, substâncias fundamentais (como vitamina C, zinco, ômega 3 e ácido fólico) para que nossas defesas estejam sempre em alerta”, conta Roberta.
Mas se a pessoa já está doente, uma boa opção para auxiliar na recuperação são os chás. “Para obtermos o melhor das propriedades terapêuticas das ervas, o melhor método de preparo é, para cada 1 litro de água, adicionar 1 colher de sopa da erva. Assim que a água ferver, acrescente a planta e deixe ferver por apenas 3 minutos. Apague o fogo e abafe a infusão. Como ainda as toxicidades das ervas estão sendo desvendadas, para evitar complicações, tome no máximo 3 xicaras por dia”, dá a dica a docente.

Chá de Gengibre (aumenta a imunidade)
1 ½ litro de água
2 colheres (sopa) de gengibre
1 rodela de limão
Cravo
Canela
Coloque os ingredientes na água e deixe ferver pelo período de 15 minutos. Coe e, se preferir, adoce com mel.

Sopa de Lentilha (rica em zinco, aumenta a imunidade)
1 cebola picada
Sal q.b.
6 colheres (sopa) de óleo de soja
3 batatas grandes
5 cenouras médias
1 talo de salsão
2 dentes de alho
Pimenta-do-reino q.b.
500g de lentilha
2 ½ litros de água

Cozinhe a lentilha em panela de pressão com água suficiente, sem excessos e escorra. Descasque as cenouras e as batatas. Leve ao fogo uma panela com óleo, cebola e alho e frite-os por 1 minuto. Corte as cenouras e batatas em pedaços grandes e pique o salsão em pedacinhos. Junte os 3 ingredientes à fritura e deixe refogando por 3 minutos. Adicione 1 litro e meio de água fervente. Tempere com sal e pimenta e deixe cozinhar, em fogo brando, em uma panela tampada. Assim que a batata estiver cozida, acrescente a lentilha escorrida, mexendo bem e deixe cozinhar por 10 a 15 minutos. O caldo da sopa ficará reduzido, porém denso. Sirva bem quente.

O Senac Taubaté oferece em sua programação inúmeros cursos nas áreas de saúde e bem-estar e também em nutrição. Confira alguns deles:

Saúde e bem-estar
Técnico em Enfermagem
Assistência de enfermagem no tratamento de feridas
Cálculos aplicados ao preparo e administração de medicamentos
Eletrocardiograma: boas práticas na realização do procedimento
Interpretação de exames de sangue
Prevenção e atendimento à PCR em crianças hospitalizadas
Qualidade e eficiência na coleta de sangue

Gastronomia e Nutrição
Atuação do Consultor na Área de Segurança dos Alimentos
Cardápio de Inverno
Iniciação à Gastronomia para Nutricionistas

Serviço:
Senac Taubaté
Endereço: Rua Nelson Freire Campello, 202, Jardim Eulália
Informações: (12) 2125-6099 | www.sp.senac.br/taubate 

Nenhum comentário: