quarta-feira, 27 de abril de 2016

INAUGURAÇÃO DIA 3 MAIO (JACAREÍ/SP)

O que o aeroporto de Hamburgo, na Alemanha e o de Viracopos, em Campinas têm em comum? Resposta: A ACO (Central de Operações e Abastecimento da América do Sul)!

Ela é líder global em tecnologia de drenagem, e, há 70 anos desenvolve soluções para drenagem profissional, pré-tratamento, retenção e liberação controlada, além da reutilização de água. O Grupo ACO inaugura no dia três de maio sua Unidade Produtiva e a Central de Operações e Abastecimento de toda a América do Sul, com 31 colaboradores. A fábrica também é a primeira da América Latina, localizada em Jacareí (SP). 


Tecnologia e Cultura de Drenagem
O projeto da fábrica está previsto há dois anos e a execução da instalação foi realizada em pouco mais de três meses. O Grupo ACO enviou especialistas e todo expertise e tecnologia alemã foram colocados à disposição do time brasileiro. A instalação do maquinário e o mapa da área produtiva obedeceram aos padrões de qualidade e confiabilidade internacionais: de fevereiro a maio, medições e testes responderam aos índices de conformidade, confiabilidade e rendimento planejados. Outro ponto importante foi o investimento da empresa no desenvolvimento local. A ACO mapeou fornecedores e orientou-os de forma a garantir a confiabilidade da matéria-prima utilizada na nova fábrica. A ACO Brasil produz sistemas de drenagem das famílias ACO Monoblock®, ACO Multidrain® e ACO Self®. “A empresa desenvolveu a cadeia local para conferir sustentabilidade ao processo produtivo e ajudar a aquecer a economia regionalmente. Isso é parte da política da ACO e também faz parte do propósito de nossa história ao longo dos cinco anos em que estamos aqui”, afirma o engenheiro e diretor da ACO Brasil, Fernando Hermann Wickert. 


Desde sua fundação em 2010, a ACO Brasil registra crescimento médio, nos últimos dois anos, de 30% ao ano. A nova fábrica tem uma área de 10.000m2 e capacidade produtiva de 2.200 toneladas/ano, o que equivale a mais de 62.000 peças produzidas. O desafio agora é a redução do leading time, otimização do estoque local e de custos com importação e transporte, contribuindo para diminuir emissões de carbono. 

O Grupo ACO A empresa foi fundada em 1946 por Josef-Severin Ahlmann. Com uma cultura interna muito forte, a ACO conta com 4.200 funcionários em mais de 40 países (Europa, América do Norte e Sul, Ásia, Austrália, África), 30 unidades produtivas, em 15 países. É líder de mercado mundial em tecnologia de drenagem e desenvolve soluções em concreto polímero, plástico, ferro fundido, aço inoxidável e aço galvanizado. O portfólio de produtos reflete o foco em desenvolver tecnologia, design, longevidade e eficiência em processos altamente tecnológicos ou de manufatura, utilizando a expertise de técnicos e especialistas de países do mundo todo, que se dedicam para pensar em soluções que incluem sistemas de drenagem, separadores de óleo e gordura, sistemas de bloqueio de refluxo de água, bombas, entre outras soluções. 

Uma empresa que nasceu familiar e preserva essa característica de ‘proximidade no tratamento’ no DNA até hoje, e mantém sua sede em Rendsburg, na Alemanha. É lá que o Grupo também possui um prédio de 22 mil metros quadrados da antiga fundição Carlshütte, a ACO Wagenremise (400 metros quadrados), o parque histórico de 80 mil metros quadrados e locais públicos da cidade de Büdelsdorf como “janelas de arte” do norte da Alemanha para o Mundo. Edifícios históricos, árvores antigas e todo o complexo fez do local, ao longo dos anos, referência especial para exposições, concertos, leituras, performances teatrais e exibições de filmes, o que já foi a primeira empresa industrial de Schleswig-Holstein. Mostras anuais como a NordARt Kunstwerk Carlshütte expõem mais de 200 artistas internacionais, selecionados por um júri, que apresentam um panorama abrangente da arte contemporânea. 

“A ideia de investir no Brasil foi planejada, gestada e conquistada em cinco anos de trabalho, mas jamais existiria a ACO Brasil sem a possibilidade de que pudéssemos instalar uma fábrica aqui. Driblar a crise é uma tarefa árdua, mas desde o início a empresa registra média de crescimento muito alta, mantém metas e orienta o negócio para contribuir com a formação da cultura de drenagem na América do Sul: ensinar a cuidar da água, utilizando produtos de excelência e baixo custo de manutenção”, explica o diretor da ACO Brasil. 

A demanda por água deve crescer 55% até 2050, segundo a Unesco. Mais de seis bilhões de pessoas viverão em áreas urbanas, de acordo com as projeções do Relatório Mundial das Nações Unidas sobre Desenvolvimento de Recursos Hídricos, divulgado em 2015. Esse aspecto demanda projetos e obras pensados pragmaticamente para manter ciclos de água limpa na indústria, agricultura, transporte e comércio, e proteger o meio ambiente. A ACO oferece soluções para a gestão de águas pluviais, água de superfície (depositada no pavimento), água industrial (utilizada em processos fabris) ou água residual (misturada com materiais como óleo, metais pesados, entre outros). A empresa atua em obras de infraestrutura como rodovias, portos e aeroportos com a linha ACO Drain, obras residenciais e em condomínios com a linha ACO Casa & Jardim e em 2016 lançou uma nova linha de produtos no Brasil: ACO Building Drainage, voltada para drenagem higiênica em ambientes industriais de processamento de alimentos e de bebidas, assim como em cozinhas profissionais. 

Além de separadores de água e óleo, canais de concreto polímero ACO garantem segurança em mais de cem mil metros lineares de drenagem externa em locais como o túnel do Anhangabaú (SP), aeroportos de São Gonçalo do Amarante (RN), Galeão (RJ) e Viracopos (SP); nas rodovias Dom Pedro, Imigrantes e Cônego Domênico (SP), rodovia Freeway (RS), porto de São Sebastião (SP), no autódromo de Interlagos e o circuito Indy 300 (SP). A ACO também está nos estádios que sediaram a Copa do Mundo em 2014 como o Maracanã (RJ), o Castelão (CE), obras dos parques olímpicos e de infraestrutura na cidade do Rio de Janeiro, que se prepara para sediar as Olimpíadas de 2016, além de indústrias, postos de combustíveis e obras residenciais. 

A empresa alemã é líder mundial em soluções de drenagem, com um faturamento estimado em 705 milhões de euros em 2015. Estabelecida no Brasil desde 2010, a sede nacional fica na cidade de Jacareí (SP), no Polo Industrial Municipal. A marca já influencia o dia a dia de milhares de brasileiros em aeroportos, rodovias, portos, shopping centers, vias, residências, estádios e centros esportivos de excelência no país. 

Informações: Suzana Esper (11) 98134 4218



👉👉👉 Conheça o Insta da Tal Revista: AQUI
👉👉👉 Conheça a fanpage da Tal Revista: AQUI
👉👉👉 Conheça o Youtube da Tal Revista: AQUI

Nenhum comentário: